Pular para o conteúdo principal

One Health: o vínculo entre o nosso bem-estar e o de nossos animais

11 de janeiro de 2019

A nossa saúde envolve mais questões do que a gente imagina. E começa com nossos animais de estimação.

Quando você pensa em saúde, é apenas a sua que importa? Ou você também pensa na saúde dos que estão ao seu redor? E por acaso isso inclui a dos seus animais?

Essas perguntas estão no centro da One Health. A One Health é uma forma de pensar em saúde com foco na interconexão dos ecossistemas, principalmente entre seres humanos e animais de estimação. Como desenvolvemos uma relação muito próxima com nossos animais, o que acontece com um pode afetar o outro. Precisamos entender isso.

Nossos animais de estimação nos proporcionam alegria, conforto e suporte emocional. Por isso, é fundamental cuidarmos deles. Além disso, se não cuidarmos da saúde deles, podemos ser afetados de formas que nem imaginamos. A One Health trabalha com esse vínculo, promovendo uma abordagem mais ampla e mais natural à saúde dos animais e dos humanos que funciona melhor para todos nós.

Pessoas que moram em lares com cães podem ter 15% menos probabilidade de morrer de doenças cardíacas

Amor de filhote: os benefícios de ter animais por perto

Um número cada vez maior de pessoas em todo o mundo têm animais em casa. Os motivos são fáceis de entender: os animais de estimação proporcionam benefícios emocionais e físicos. Eles podem se tornar o nosso melhor amigo, um integrante da família e um ombro para nos consolar.

E não se trata de sentimentalismo, é uma informação confirmada por dados estatísticos. Por exemplo, você sabia que ter um cão em casa significa que você pode ter 15% menos chances de morrer de doença cardíaca? Ou que estudos demonstram que nossos animais podem ser uma ajuda fundamental para evitarmos problemas mentais a longo prazo?

Proteger a saúde dos nossos animais de estimação não é opcional

No entanto, como qualquer dono de animal sabe, manter uma relação saudável entre um animal de estimação e um ser humano é trabalhoso. Se um animal saudável pode se tornar um amigo indispensável, um animal doente precisa de nossa ajuda e nosso apoio. E quando deixamos de agir para garantir o bem-estar de nossos animais, também estamos nos colocando em risco.

Mais de 60% das doenças infecciosas que atingem os humanos são zoonoses, doenças que podem ser transmitidas dos animais para os seres humanos.

Background Image

A doença de Lyme é uma doença que cães e humanos podem contrair a partir de picadas de carrapatos infectados. Os casos de Lyme mais do que dobraram nos últimos 30 anos, e há um número significativo de países em todo o mundo considerados de alto risco. No entanto, as picadas de carrapatos infectados podem ser impedidas em cães e gatos pelo uso de medicação contra pulgas e carrapatos, como coleira ou sprays de ação duradoura. Ainda assim, a doença de Lyme não é a única doença zoonótica capaz de afetar todos os membros da nossa família.

A doença da arranhadura do gato, por exemplo, é uma condição similar ao resfriado que pode ser contraída de gatos infectados com a bactéria Bartonella henselae, que provavelmente foi transmitida por uma pulga infectada. Aproximadamente 40% dos gatos transportam a bactéria em algum momento de suas vidas, sem demonstrar qualquer sintoma clínico. Novamente, existe uma solução simples: proteção contra pulgas com o uso de medicamentos preventivos.

A leishmaniose é uma doença grave para pessoas e para animais (principalmente os cães), que é transmitida pelos mosquitos-palha. Impedir a transmissão de doenças aos animais é uma medida importante para reduzir também o risco para os humanos, que pode ser alcançada rapidamente com o uso de produtos licenciados.

Para isso, não é preciso fazer um grande esforço. Esses produtos estão disponíveis na forma de medicamentos preventivos que podem fazer toda a diferença entre um animal feliz e um ambiente prejudicial.

“Não há uma linha divisória entre os animais e os humanos”

– Norbert Mencke, Head de Policy and Stakeholder Affairs na Bayer

Da reação à prevenção

Esse é o objetivo da One Health: conscientizar as pessoas que cuidar dos animais de estimação não faz bem somente para os animais, faz bem para os ecossistemas dos animais e dos seres humanos. A ecologia da saúde animal e humana é uma só.

Na prática, isso significa manter uma abordagem unificada que reúna veterinários, médicos, donos de animais e até mesmo políticas governamentais para que todos tenham as informações e os recursos necessários para tomar as medidas preventivas e garantir uma coexistência feliz e saudável.

“Não há uma linha divisória entre os animais e os humanos”, afirma Norbert Mencke, Head de Policy and Stakeholder Affairs na Bayer. “O que significa que as perspectivas de outros profissionais, como biólogos, ambientalistas ou economistas, também devem ser incluídas na conversa para proporcionar a visão global de saúde que a One Health defende.”

E isso está no centro da abordagem da One Health em relação ao bem-estar. Precisamos mudar nossa forma de pensar e nossa conscientização sobre como nos manter saudáveis. E olhando além dos nossos corpos, beneficiamos não apenas a nós mesmos como a nossos animais de estimação e o resto do mundo.

Recomendados para você

Animais superprotetores: a evolução do elo homem-animal

 

Participe da conversa! #PodemosViverMelhor?
Vamos falar sobre os desafios de hoje e as soluções de amanhã

 

Voltar ao topo